top of page
Buscar
  • Equipe Lanton

Here, There and Everywhere

Atualizado: 22 de dez. de 2023



Here, There and Everywhere. Estava ouvindo essa canção dos Beatles enquanto alimentava aqui em Curitiba uma planilha com dados financeiros de uma empresa de Orlando, FL e me veio à cabeça que o trabalho remoto é mesmo uma realidade e, mais que isso, uma necessidade.


Volta e meia empresas são obrigadas a enfrentar, por questões diversas, a paralisação de suas atividades normais. Pode ser por conta de pandemias como a do H1N1 de 2009 ou a atual do coronavírus, enchentes, tempestades de neve, furacões, greves... O fato é que empresas estão sujeitas a ter suas operações limitadas por fatores externos e devem criar planos de contingência que mantenham suas operações chave e processos mais sensíveis operando quando obrigadas a enfrentar tais circunstâncias.


Nesse sentido, ter colaboradores aptos para manter suas atividades de forma remota por meio de sistemas e plataformas adequados para o trabalho online e poder contar com fornecedores terceirizados que possam fazer o mesmo é um ponto vital em qualquer plano de contingência.


Para tanto seus colaboradores e terceirizados precisam ter capacidade de autogestão, disciplina e maturidade para trabalhar homeoffice com produtividade, sinergia e responsabilidade (obedecendo protocolos de segurança sobre essas informações sensíveis).


Parece super simples, mas não é algo que se aprende da noite por dia. É preciso que sejam feitas simulações de cenários e o treinamento dessas equipes para cada um deles, a fim de que, quando os problemas surgirem (e irão surgir todos os anos, acredite, pois vivemos em um mundo está cada vez mais integrado/globalizado e o clima está se mostrando cada vez mais imprevisível), cada qual saiba como proceder, mantendo as operações de pé..


Grandes companhias multinacionais possuem tais planos de contingência, mas eles ainda são raríssimos entre as PMEs, que representam a maior parte dos empregadores, movimentação dos negócios e são as mais impactadas.


Para as PMEs, criar um Plano Básico de Contingência e manter um programa básico de Gestão de Risco não é apenas pensar grande e de forma estratégica. É pensar de forma madura sobre o próprio futuro das operações da empresa no médio e longo prazo.



Texto por Danton Távora: Fotógrafo, Instrutor e Consultor de Negócios para a Indústria Criativa.


Se você gostou do conteúdo, por favor "Buy me a Coffee" e ajude a manter nosso trabalho de geração de conteúdo gratuito de valor! Obrigado! :)

34 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page